Infraestrutura

No campus está disponível aos alunos a Biblioteca com um grande número de títulos na área do Serviço Social que contribuem para a compreensão da profissão e de suas demandas de trabalho.

Encontram-se disponíveis, também, os Laboratórios de Informática equipados de forma a atender todos os discentes.

O curso conta ainda com convênios com instituições públicas (nas prefeituras e estado) e privadas (empresas e instituições filantrópicas); para realização de estágios supervisionados com ou sem remuneração.

Os docentes são doutores, mestres e especialistas no Serviço Social e nas áreas do conhecimento que compõem a grade curricular.

Mercado de Trabalho

O campo de abrangência do trabalho do assistente social é bastante amplo.

O assistente social pode trabalhar na Política de Assistência Social; CRAS; CREAS; Projetos socioassistenciais; Unidades de Saúde; Ambulatórios de Saúde Mental; CAPS; Hospitais; Residências Terapêuticas ou Inclusivas;Instituições de acolhimento de crianças ou idosos; Setor de Habitação; Creches e Escolas; Universidades; Sistema Penitenciário (unidades prisionais; centro de atendimento à família e ao egresso; central de penas e medidas alternativas); Judiciário (compondo a equipe técnica nas Varas de Infância e Juventude; Família e Violência Doméstica); Delegacias; Polícia Militar; Fundação CASA; INSS; Conselhos Tutelares; APAE;Fundação Mirim (jovem aprendiz);Forças Armadas (Exército, Aeronáutica e Marinha), entre outros.

Sua área de atuação também abrange empresas e indústrias nos mais diversos ramos, executando e gerenciando serviços na área de recursos humanos; treinamento; capacitação; administração de benefícios e serviços aos trabalhadores, família e clientes; programas e projetos de atendimento aos trabalhadores e família, dentre outros. Exemplos na região: Usinas de açúcar e álcool, Usinas de energia e Empresas Funerárias.

O profissional exerce sua função tanto na execução dos serviços, como também, como gestor, assumindo cargos de chefia.

O assistente social pode compor equipes multidisciplinares realizando trabalho interdisciplinar com profissionais da área médica, enfermagem, psicologia, pedagogia, terapia ocupacional, entre outros.

De forma autônoma o assistente social pode trabalhar ainda nas áreas de Consultoria e Assessoria, prestando serviços, como por exemplo, na elaboração e execução de projetos sociais; capacitações nas áreas de competência e domínio da profissão, entre outras possibilidades.

Tem como opção ainda o exercício da docência em faculdades de Serviço Social e nos cursos de pós-graduação.

Objetivos

Discutir, refletir e elucidar diversas realidades de natureza social, econômica, cultural e política, priorizando a apreensão dos referenciais teórico-metodológicos, técnicos e éticos, visto que são imprescindíveis para a intervenção profissional de forma qualificada, visando à superação dos mais variados processos de exclusão.

Possibilitar uma rigorosa aprendizagem teórica e prática, visando garantir a competência para a elaboração e execução de programas, projetos e serviços, necessários para o cumprimento dos direitos sociais, e, concomitantemente, proporcionar melhoria da qualidade de vida à população atendida. Conhecer as demandas do Serviço Social e as possibilidades de enfrentamento e atendimento, como, por exemplo, nas situações de violência contra criança e adolescente; idoso, mulheres e pessoas com deficiência

Proposta

Formar assistentes sociais competentes, no tocante à dimensão teórico-metodológica, que possuam espírito crítico, direcionamento ético e, sobretudo, capacidade técnica para intervir em diferentes expressões da questão social, objetivando garantir a efetivação da cidadania para os usuários dos serviços sociais, e almejando uma sociedade mais justa e igualitária, sem discriminação e preconceitos.

Público Alvo

Egressos do Ensino Médio e pessoas com outras graduações,que se interessam pela questão social e perspectivas de ampliação da cidadania da população em geral.